• - Por Juliana Rocha

Conquistando o Pódio!


No último dia 23 de setembro, nós (Juju como piloto, Jéssica como minha mais nova navegadora e Gabriela como zequinha), participamos da 7ª etapa do Rally de Regularidade Mitsubishi Motorsports realizada em São José do Rio Preto/SP.

Pela primeira vez na competição, as irmãs Jéssica e Gabriela estavam entusiasmadas com o convite que fiz a elas. Mostrei alguns vídeos e fotos do rallies passados mas a sensação de estar naquele local pela primeira vez é indescritível, eu sabia exatamente o que elas estavam sentindo, parecia eu em meu primeiro rally ano passado em Vinhedo.

As meninas estavam maravilhadas, tudo era novo. Saímos de São Paulo na sexta-feira dia 22, bem cedo e andamos quase 500km até Rio Preto. Chegando lá fomos direto almoçar no Mcdonalds e depois caímos na piscina do hotel, já que estava um sol de 36 graus! O hotel é muito bom, quatro estrelas, e de quebra, consegui uma promoção para três pessoas ligando diretamente pro hotel. Saiu apenas R$ 185,00 nós três por dia! No fim das contas, estendemos a estadia para até domingo, afim de aproveitarmos a piscina e tudo mais. Nos refrescamos até as 17h, quando nos trocamos e partimos ao local do Briefing, no Buffet Villa Conti, do ladinho do nosso Hotel, o Hotel Michelangelo!

No briefing, fomos recebidas com uma super recepção com lanches, bebidas e sobremesa à vontade. Após feita a inscrição, retiramos o kit de adesivos e lá fomos nós adesivar o carro. Eu fazia de um lado, mostrava para elas como era e deixava a cargo das duas adesivar o outro lado do carro de acordo com as instruções. Foi só diversão! Elas adoraram poder ajudar! Tudo pronto, entramos no carro e fomos passar na vistoria. Entregamos a cesta básica e bora tocar para a aulinha de navegação. Aula de navegação esta que por sinal foi Nota 10, ministrada pelo diretor da prova, Lourival Roldan. A Jéssica quase pirou na aula, ficou bem confusa e preocupada. Falei pra ela relaxar e apenas me indicar o caminho, sem pensar em velocidade ou tempo. "Apenas não nos deixe se perder no trajeto", pedi a ela.

De volta para o Hotel, Jéssica tratou de pegar a planilha de provas passadas que fiz e deu uma boa estudada até quase 2 horas da matina, enquanto jantávamos macarrão instantâneo no potinho rsrs e de sobremesa uma caixa cheinha de chocolates, acompanhando filmes na TV.

Na manhã de sábado, o coração já batia acelerado. Falei pras meninas levantarem cedo e irmos mais cedo para o local de largada., no centro de Rio Preto, e não chegar quase em cima da hora, afinal, queria que elas vissem como é todo o esquema, as redes de televisão entrevistando os competidores, as categorias Turismo e Graduados largando antes da nossa (Light) e lógico, aquele frio na barriga de quando informo nossa hora e minuto de largada, assim como entrego a planilha pra Jéssica conferir tudo (ajudei ela a contar as páginas e marcar algumas pegadinhas) e colocarmos as camisetas da prova.

Tudo pronto: PARTIU!

A largada foi dentro da cidade, onde envolvia trânsito, semáforos e pedestres. Em alguns quilômetros, estávamos alcançando a rodovia e em seguida adentrando nas fazendas de cana-de-açúcar da região. Passamos por 4 cidades até retornar para Rio Preto novamente, percorrendo um percurso de 120 km entre asfalto, terra, cidades e fazendas. Como não choveu, o poeirão estava bem forte e não se enxergava nem o carro da frente, nem o de trás. O nosso era o número 091.

Logo que entramos nas fazendas, passei reto por uma tulipa e demos uma volta maior no canavial, perdendo dois PCs e conquistando 12 mil pontos! Affff Fora isso, mantivemos o tempo (quase certinho) durante a prova toda e nos mantivemos entre o carro 090 e o 092. Em nenhum momento ficamos pra trás onde o 92 teve que nos ultrapassar. Ufa, ainda bem. O percurso foi relativamente fácil, com muitas faixas e pontos indicativos para a categoria light. Os canaviais estavam secos, sem lama nem pontos de atolagem, então acabou sendo bem mais fácil a prova, se comparada a etapa de Vinhedo no ano passado, onde pegamos chuva e carro dançando no canavial com risco de atolar. Teve um Neutro de 20 minutos, onde pudemos utilizar o banheiro e nos refrescar com água ou refrigerante no posto de gasolina no meio do trajeto. A partir daí, o rally foi mais tranquilo, tudo seco com muito poeirão, sempre ficando entre os carros 90 e 92 e sem nos perdermos.

As paisagens desta etapa foram de tirar o fôlego, muitas fazendas, coqueiros, canaviais e criações de gado marcaram a prova. A terra vermelha da região dava um toque a mais no cenário rural. As fotos ficaram espetaculares.

Chegamos ao fim da prova, dentro das 4 horas estipuladas (fizemos em 3 horas e 20 minutos) no Buffet Villa Conti, onde a Mitsubishi nos aguardava com um delicioso almoço à beira do lago, com file mignon ao molho de vinho tinto Miolo, pasta com molho branco, entre outras coisas. Comemos de tudo um pouco para experimentar, e estava tudo maravilhoso!

Após o almoço e todos os participantes chegarem, foi finalizada a prova e começaram a premiação. Como é nosso terceiro rally, e sabia que havíamos errado muito no trajeto, descartei qualquer possibilidade de pódio. Mas insisti para ficarmos e as meninas assistirem como era feita a premiação. Além das três categorias onde sobem 5 duplas no pódio de cada, a Mit ainda premia a melhor dupla mista (homem e mulher), a melhor dupla feminina da Light e da Turismo, a melhor dupla Casca Grossa (somente Triton L200) e a melhor dupla Imprensa. Todas as categorias já haviam sido chamadas, faltando somente a de melhor dupla feminina. Nossa colocação foi em 57º com 23mil pontos. O primeiro lugar fez apenas 300 pontos! Estávamos muito longe do sonho "pódio".

Eu nem comentei com as meninas, afinal, não queria dar falsas esperanças para elas que pudéssemos ganhar. E então, quando estávamos quase levantando pra ir embora, Lourival anunciou a melhor dupla feminina da Light. Com o carro número 91, Juliana e Jéssica de São Bernardo do Campo e São Paulo!!!!!! E nos chamou pra lá! Na hora que ouvi "carro número 91" já dei um grito pras meninas É NÓS!!!!! E levantei! A Jéssica não sabia se gritava, ria, andava ou chorava e tive de empurrá-la até o palco onde estava o pódio, já que sentamos numa mesa um tanto afastado do palco! Subimos as escadas com as pernas tremendo, as mãos tremendo, cumprimentamos o Lourival e subimos ao pódio... Somente nós duas lá em cima. Emoção total!

1º lugar Melhor Dupla Feminina Turismo Light

Nosso prêmio

Com Lourival Roldan

Eu tremia de nervoso hahahahahaha que a foto saiu tremida também

Saindo de lá, totalmente surpreendidas e felizes com o resultado, fomos para o Hotel e fizemos uma bateria de fotos no carro, afinal foi nosso parceiro neste rally!

E passamos o restante da tarde de sábado desfrutando a piscina do Hotel Michelangelo e relembrando fatos do rally e da premiação. À noite fomos comemorar a vitória numa pizzaria com um casal de amigos, Eliana e Jeffinho que moram na cidade. Tudo muito bom e maravilhoso. Pousamos no hotel, afinal teríamos quase 500km de estrada pela frente para retornar à São Paulo, o que decidimos deixar para domingão, assim voltaríamos tranquilas e realizadas.

Ano que vem tem mais!


10 visualizações

© 2014-2020 por Liberdade 4x4

Contato: liberdade4x4@hotmail.com / liberdade4x4@gmail.com

 Todos os Direitos Autorais Reservados. Proibida a cópia e disseminação de imagens sem autorização.