• Liberdade 4x4

Paranapiacaba - Uma volta na História

Atualizado: Abr 21


Durante o feriado de Corpus Christi, resolvi levar minha mãe Cilene conhecer a charmosa Vila Inglesa situada no meio da Mata Atlântica do ABC Paulista.



Paranapiacaba é uma vila histórica que pertence à Santo André, ‘lugar de onde se vê o mar’ assim os primeiros moradores tupi-guaranis a nomearam. Já que está cada vez mais difícil ir para a Inglaterra, vale a pena visitar este bucólico lugar tão pertinho. No final do século XIX foi ocupada pelos ingleses para a construção da estrada de ferro Santos-Jundiaí. Suas ruas estreitas de paralelepípedo, o estilo vitoriano, as construções em madeira e algumas paredes coloridas encantam. A vila é bem conhecida por sua neblina (fog) que invade de repente no meio da tarde e deixa todo mundo de boca aberta, é um ótimo lugar para os amantes de fotografia. Pelo menos, o clima é bem londrino.



Para chegar nesta vila, é necessário sair da Rod. Índio Tibiriçá à direita, sentido Rio Grande da Serra. Passar a rotatória para RGS e continuar reto até a placa que diz Paranapiacaba 5 km. Nesta placa, tem um ponto de ônibus, onde devemos cruzar a rodovia e atravessar os trilhos do trem. A partir daí, percorre-se uma estrada de terra e brita por cerca de três km com subidas e descidas sofríveis para veículos 4x2 (pegamos uma capivara - vulgo Ônix - em nossa frente que sofreu na subida antes de chegar à cidade, chegando à parar e deixar o carro morrer). Por ser meio de feriado, a vila estava bem cheia de turistas e com muitos restaurantes abertos, era hora de almoço então a maioria estava cheio!

Dei uma volta de viatura pela vila, mostrando os pontos que eu conhecia para minha mãe e paramos na pracinha, para caminharmos e tirarmos umas fotos. Ela logo se animou com os casarões históricos e lá fomos nós conhecer o galpão de embarque e desembarque de passageiros assim como a locomotiva abandonada (ou seria enferrujada?) datada de 1941. Ela adorou o local, o clima, as construções e as casinhas padronizadas no estilo inglês antigo e até topou umas fotos. As selfies não saíram tão boas, devido à ventania que estava, mas o sol auxiliou em fotos incríveis!

No gramado com a locomotiva ao fundo e a ventania rsrs

A locomotiva de 1941

No antigo galpão de embarque dos passageiros

O galpão de embarque visto de fora...

e do lado de dentro.

Eu e o Liberdade posando pra foto rs



Na volta, resolvemos encarar os cinco km de asfalto, para chegar na parte alta da cidade, onde não entra carros. Deixamos o carro nos bolsões de estacionamento próximo do cemitério e caminhamos um pouco até a igreja Senhor Bom Jesus de Paranapiacaba, datada de 1881!!! Um capricho.

Pena que estão deixando ela neste estado, porque fica na parte mais alta da cidade, e é lindo vê-la lá de baixo. Ao chegar perto, vemos como está deteriorada e largada.

De dentro da igrejinha.



Na caminho voltando à São Bernardo, minha mãe só falava do passeio, que adorou a vilinha inglesa e a volta na história, que meu avô sempre contava para nós e que a fizeram relembrar de cada palavra neste local.


-------------------------------------------------------------------------------------------------------

Após nosso super passeio, fomos almoçar em um super restaurante que serve comida gaúcha, para saborear uma deliciosa costela de fogo de chão, acompanha de arroz carreteiro, mandioca (aipim) e feijão tropeiro. Hummmmm magnífica! Tudo isso, encontramos no Portal Gaúcho Costelaria, na beira da Rod. Índio Tibiriçá, pertinho do acesso à estrada que acaba em Paranapiacaba.



-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-


Para chegar em Paranapiacaba (Santo André) partindo de São Paulo leva-se em torno de uma hora:


- Via Anchieta até o km 29 no Riacho Grande e pegue a Rod. Caminho do Mar

- Pela Rod Caminho do Mar haverão placas indicando Paranapiacaba. Prossiga até o km 33 (Altura da Estância Alto da Serra)

- Em frente à Estância Alto da Serra, inicia-se a Rod Índio Tibiriçá. Prossiga por ela até o km 45 e saia à esquerda na Rotatória antes da Ponte Seca.

- Mantenha-se à direita no sentido Rio Grande da Serra pela Rod. Deputado Adib Chamas (SP-122).

- Siga sempre em frente.

- Até o final da Rodovia na parte alta da vila de Paranapiacaba há um estacionamento seguro e gratuito.

- Quem quiser se aventurar na parte baixa de carro, deve acessar a estrada de terro à direita (pra quem volta da parte alta), cruzar os trilhos dos trens e se manter à direita. Terá um longo trecho de terra com subidas e descidas (pode tornar-se complicado em alguns trechos em que veículos 4x2 patinam na brita e não conseguem subir) até a chegada à parte baixa da vila onde avistará a antiga locomotiva.

A estrada passa no lado direito dessa imagem




Sites consultados:

- Passeios Baratos em SP

https://passeiosbaratosemsp.com.br/7-dicas-para-visitar-paranapiacaba-vila-inglesa-de-santo-andre/

- Paranapiacaba Ecotur

http://www.paranapiacabaecotur.com/como-chegar-guia-sp/


5 visualizações

© 2014-2020 por Liberdade 4x4

Contato: liberdade4x4@hotmail.com / liberdade4x4@gmail.com

 Todos os Direitos Autorais Reservados. Proibida a cópia e disseminação de imagens sem autorização.