• Liberdade 4x4

Expedição Estrada Real - Parte I (Paraty)



Um pouco de história & conhecimento:

'' O nome declara suas raízes:

O Caminho Velho é o trecho mais antigo da Estrada Real, que remonta ao percurso feito pelos Bandeirantes para transportar riquezas nos idos do Século XVII. Hoje o trajeto que liga Paraty, no Rio de Janeiro, à histórica cidade mineira de Ouro Preto foi redescoberto por viajantes em busca de tesouros guardados em todo o roteiro.

Na abertura da rota, a encantadora Paraty, patrimônio histórico nacional desde 1996, conserva a arquitetura do Século XVIII nas ruas de paralelepípedos, o Centro Histórico. A viagem pelo tempo soma-se à efervescente vida cultura e a bela paisagem da cidade, a qual fazem parte, além das praias, trilhas no pé da serra e cachoeiras. Esta vista deslumbrante pode ser admirada de Cunha, no norte de São Paulo, repleta de hotéis-fazenda e lavandários.

Ao alcançar Minas Gerais, o Caminho Velho segue por outras também belas cidades como Passa Quatro, Caxambu e São Lourenço, que guardam um complexo hidromineral, também conhecido como Circuito das Águas Medicinais. A região montanhosa da serra da Mantiqueira, pode ser admirada através de parques nacionais e estaduais com acesso pelas cidades de Itamonte, Aiuruoca e Alagoa de Minas.

Todos os caminhos que fazem parte da Estrada Real (ER) levam à Ouro Preto. Localizada há 95 km de BH, Ouro Preto foi o cenário dos primeiros movimentos de Independência do Brasil. Entre os pontos turísticos, estão a Igreja de São Francisco de Assis e o Museu da Inconfidência Mineira."


Respire fundo e boa viagem!



-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-oo-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-




O Passaporte E O Primeiro Carimbo da ER

Em 27 de junho de 2016, estávamos hospedados em Ubatuba, litoral norte de São Paulo e resolvemos ir conhecer a cidade histórica de Paraty, que faz parte do Caminho Velho e fica apenas há 100 km de onde estávamos. Lá, nos deparamos com o Instituto Estrada Real e logo tratamos de emitir nosso passaporte. Esse passaporte contém o mapa dos quatro caminhos da ER, algumas dicas, o número de carimbos necessários para conseguir o Certificado de cada caminho percorrido assim como muitas folhas para receber os carimbos das cidades por onde passamos.

Nosso primeiro carimbo foi na cidade de Paraty/RJ.


Fotos de Paraty:














PARATY - RJ & O CAMINHO DO OURO


A Estrada construída pelos escravos entre os séculos XVII e XIX, a partir de trilhas dos índios guaianazes, a Estrada Real, Caminho do Ouro em Paraty, está bastante preservado e se encontra envolto pela exuberância da Mata Atlântica do Parque Nacional da Serra da Bocaina.


Ponto de passagem obrigatório, nos séculos XVII e XVIII, o caminho ligava Minas Gerais a Rio de Janeiro e São Paulo. No chamado "Ciclo do Ouro", Paraty exercia a função de Entreposto Comercial e também por sua posição geográfica, porto escoadouro da produção de ouro de Minas para Portugal. Foi uma das mais importantes cidades portuárias do século XVIII. Por todo o trajeto da Estrada Real foram colocados marcos sinalizadores.


Visitar o Caminho do Ouro permite conhecer, não só uma importante obra de engenharia, mas também uma ecologia deslumbrante e o povo paratiense com sua cultura, seu passado e seu presente. Cachoeiras, ateliers, alambiques, comidinha caseira e muito mais. Mas a visitação só é permitida com guias autorizados, pois o Caminho hoje passa por propriedades particulares.


Fotos do Caminho do Ouro disponíveis em:

- http://www.paraty.com.br/caminho.asp assim como o agendamento para uma visita

-http://circuitocaminhodoouro.com.br/ com tudo para programar sua viagem.

-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-8-


CRONOLOGIA DO CAMINHO DO OURO:

Material gentilmente cedido pelo Sitio Histórico e Ecológico do Caminho do Ouro e disponível no site http://www.paraty.com.br/caminho_do_ouro.asp

* * Outros Nomes:

Trilha Guaianá / Estrada da Serra do Facão / Estrada Geral da Serra do Mar / Caminho Velho / Caminho da Serra.

* * Antes dos Portugueses

Trilha usada pela nação dos Guaianás ou Guaiamirins para ligar a aldeia de cima (no Vale do Rio Paraíba) à aldeia de baixo (Paraty) conhecida por suas praias de efeitos medicinais.

* * 1597 => Martim Correia de Sá, filho do governador Salvador de Sá, desembarca na praia hoje conhecida como Praia de Martim de Sá, em Paraty e parte pela velha trilha em expedição de exploração e captura de escravos indígenas com 700 portugueses e 2000 índios.

* * 1660 => O Governador Geral Salvador Correia de Sá e Bonavide mandou abrir a estrada em ordem de 21 de agosto.

* * 1695/1700 => Portugueses descobrem que as minas do Ribeirão de Ouro Preto, do Ribeirão das Mortes e do Rio das Velhas são abundantes e começa a corrida do ouro.

* * 1701 => Representação feita pelo Conselho Ultramarino ao rei de Portugal aconselha a restringir "os caminhos que levam às Minas" porque "quantos mais forem os caminhos mais descaminhos haverá" e também porque "sendo por alguma nação invadidas as Minas serão necessários socorros de muitas partes".

* * 1702 => O Governador do Rio de Janeiro, Capitão General Artur Sá de Meneses baixa em 17 de abril o Regimento das Minas que determinava que apenas o gado poderia ser levado até as Minas pelo caminho do sertão (pela Bahia) e que todas as demais mercadorias (inclusive o ouro) teriam que entrar pelo Rio de Janeiro "tomando daí o rumo de Paraty". Esta determinação aumenta imensamente o trânsito pelo Caminho do Ouro fazendo com que o porto de Paraty se transforme em um dos mais importantes da colônia.